Eyebrow
Cacau por Gerações
Heading
Salvar o cacau do futuro, no presente
Subheading
Estamos a investir mais de mil milhões de dólares para tornar sustentável a nossa cadeia de abastecimento de cacau.
Body

O nosso chocolate é adorado em todo o mundo há mais de 100 anos. Mas, para garantir que podemos continuar a fornecer chocolate para as gerações futuras, sabemos que a produção sustentável de cacau é fundamental. 

Como parte do nosso plano Sustainable in a Generation, que visa garantir um planeta saudável, ajudar as pessoas a prosperar e fomentar o bem-estar, estamos a olhar cuidadosamente para todos os aspetos da nossa atividade e para a forma como os ingredientes que fazem parte dos nossos produtos são cultivados ou colhidos. O que, como é óbvio, inclui o cacau fornecido para as nossas marcas, entre as quais M&Ms®, Twix®, Dove® e Snickers®.

Infelizmente, a cadeia de abastecimento de cacau atual não cumpre as nossas ambições. Na Mars, estamos prontos para adotar uma nova abordagem que crie um caminho para que os produtores de cacau, as suas famílias e as suas comunidades possam prosperar. A estratégia Cacau por Gerações é o nosso contributo, e queremos que outros se juntem a nós no desenvolvimento de soluções eficazes, escaláveis e inovadoras. Daremos apoio à nossa estratégia Cacau por Gerações com um investimento de mais de mil milhões de dólares nos próximos 10 anos e comprometeremo-nos com dois pilares de trabalho através dos quais intensificaremos os nossos esforços atuais para aumentar os rendimentos dos pequenos agricultores, proteger as crianças e preservar as florestas. Também trabalharemos para descobrir um modelo de cultivo do cacau mais moderno e sustentável.


Cacau por Gerações 

No ano passado, lançámos o nosso plano Sustainable in a Generation, no qual assumimos o compromisso de desbloquear mudanças sistémicas que beneficiem as pessoas e o planeta. Este plano levou-nos a repensar fundamentalmente a nossa estratégia de sustentabilidade do cacau. 

Ao longo dos anos, fizemos progressos na abordagem dos desafios sociais e ambientais no sector do cacau, chegando quase a 180 000 agricultores com certificação e melhorando a produtividade média das quintas participantes.

Mas estamos impacientes com o ritmo dos nossos progressos e do sector em geral. Apesar dos avanços, os agricultores ainda não sentiram grandes melhorias nos seus rendimentos e condições de vida a um ritmo adequado. As crianças continuam a trabalhar em condições perigosas, com lacunas significativas no acesso a uma escolaridade segura e de elevada qualidade. Continua a existir desflorestação na cadeia de abastecimento de cacau, com práticas agrícolas em zonas florestais protegidas. As empresas e os governos têm de pensar e agir de forma diferente para que as famílias produtoras de cacau possam prosperar no futuro.

A estratégia Cacau por Gerações é o nosso contributo. Comprometemo-nos com dois pilares de trabalho, "Cacau Responsável Hoje" e "Cacau Sustentável Amanhã", e convidamos os outros intervenientes a juntarem-se a nós no desenvolvimento de soluções eficazes, escaláveis e inovadoras.

Cacau Responsável Hoje

O primeiro pilar da estratégia Cacau por Gerações é "Cacau Responsável Hoje". O objetivo é assegurar que 100% do nosso cacau é obtido de forma responsável e rastreável a nível global até 2025.

Este pilar vai além do atual nível de normas e práticas de certificação e compromete-nos com a ação em três áreas de foco que colocam os produtores de cacau, as comunidades e o meio ambiente no centro dos nossos esforços:

Proteger as crianças

 

Demasiadas crianças trabalham em condições perigosas no sector do cacau. Os primeiros indicadores sugerem que os programas de monitorização e remediação do trabalho infantil (CLMRS) têm o potencial de reduzir para metade a taxa de trabalho infantil perigoso entre as famílias participantes. Trabalharemos com fornecedores e entidades de certificação para melhorar os programas CLMRS implementados na nossa cadeia de abastecimento do programa Cacau Responsável Hoje e continuaremos a contribuir para melhorar a educação em comunidades dedicadas ao cultivo de cacau, dedicando especial atenção ao acesso e à qualidade das escolas. É fundamental que as crianças das comunidades do cacau tenham uma alternativa segura ao trabalho e que tenham a oportunidade de prosperar.
 

 

O nosso objetivo é conseguir ter uma cadeia de abastecimento global de cacau sem desflorestação até 2025. A nossa ambição, que é sustentada pelo plano Cacau por Gerações que a Mars anunciou no ano passado, reconhece a necessidade de eliminar a desflorestação através do cultivo de mais cacau nos terrenos agrícolas legais existentes, sem invadir as restantes florestas. Esperamos que as quintas que integram o nosso programa Cacau Responsável Hoje forneçam localizações de GPS baseadas em satélite, para podermos ter garantias de que esse cacau não provém de zonas florestais protegidas. Como parte da nossa promessa de transparência, estamos a divulgar os países de origem do nosso cacau, os nossos fornecedores de primeiro nível atuais e o progresso na rastreabilidade dos grupos de produtores de segundo e terceiro nível, assim como os nossos planos detalhados de ação para a Costa do Marfim e para o Gana, onde mais de 65% do cacau mundial é cultivado, como parte da nossa contribuição para a Iniciativa Cacau e Florestas. Em 2020, publicaremos planos de ação para a Indonésia, Brasil e Camarões e concluiremos uma avaliação de risco para o Equador, para podermos identificar onde deveremos concentrar os nossos esforços. 

 

 

O nosso objetivo é aumentar os rendimentos que os agricultores geram a partir do seu cacau. Um primeiro passo essencial será trabalhar com parceiros para garantir que o modelo de pagamento de taxas suplementares por cacau produzido de forma responsável é reformulado de forma a assegurar que os agricultores recebem uma proporção maior da taxa suplementar. Em parcerias com outras organizações, também iremos explorar e incentivar mais mudanças e parcerias que abranjam todo o setor e que possam levar a um aumento dos rendimentos dos agricultores.
 

Em paralelo com a implementação desta nova abordagem, a Mars irá manter os seus níveis atuais de cacau certificado com a Rainforest Alliance e a Fairtrade e irá trabalhar com ambas as organizações no sentido de fortalecer a implementação e elevar a fasquia em todo o sector do cacau. A Mars louva os esforços de ambas as organizações de certificação para organizar agricultores individuais em grupos e cooperativas, fornecendo formação e implementando sistemas de gestão em grupos de agricultores certificados, e está empenhada em colaborar com elas no sentido de melhorar os controlos de auditoria, a monitorização do trabalho infantil, a rastreabilidade e as taxas suplementares pagas aos agricultores. À medida que forem realizados esforços mensuráveis adicionais, a Mars irá continuar a transição dos seus volumes de cacau para estas novas abordagens mais fortes.

Cacau Sustentável Amanhã

 

 

Apoiar o investimento a longo prazo com planos de desenvolvimento agrícola: os planos de desenvolvimento agrícola são pacotes de apoio adaptados a cada agregado familiar agrícola. Acreditamos que têm o potencial de duplicar os rendimentos do cacau por hectare e de proporcionar aos agricultores a oportunidade de obterem financiamento.

 

 

Melhorar os rendimentos familiares com agricultura diversificada, sistemas agroflorestais e outras alternativas: continuaremos a defender os benefícios da agricultura diversificada e de bons modelos agroflorestais comparativamente, por exemplo, a outras culturas alimentares, comerciais e de madeira, à pecuária e a rendimentos que não provêm da agricultura.

Apoiar as comunidades, capacitando as mulheres através do microfinanciamento: expandiremos os programas de poupança e crédito para homens e mulheres nas suas comunidades de cacau para fortalecer a alfabetização financeira, as poupanças das famílias e as atividades geradoras de rendimento das mulheres.

 

 

Alterar a forma como compramos para beneficiar os agricultores: o cacau abrangido pelo programa Cacau Responsável passará a ser adquirido através de relações a longo prazo com fornecedores de cacau e agricultores, em vez de transações a curto prazo. Desta forma, esperamos melhorar a previsibilidade e a eficiência dos nossos investimentos e oferecer mais benefícios aos produtores de cacau e às respetivas comunidades.

Partilhar os progressos

À medida que avançarmos nos nossos esforços nestes dois pilares, partilharemos os nossos progressos, desafios e lições aprendidas. Em paralelo, trabalharemos com a indústria, os governos e outros parceiros da sociedade civil no sentido de procurar soluções partilhadas e resultados mutuamente benéficos para as famílias produtoras de cacau. Continuaremos a colaborar de forma pré-concorrencial com os nossos pares e com fornecedores, a fim de acelerar a aprendizagem comum através de fóruns da indústria, incluindo a World Cocoa Foundation (e a sua plataforma CocoaAction) e a International Cocoa Initiative.

Investigação e ciência

Os produtores de cacau produzem apenas 10% da produção que poderiam alcançar em condições perfeitas com as melhores práticas. Em contraste, a produção de milho atingiu 60% do seu rendimento teórico. Tipicamente financiada por governos, agências agrícolas ou universidades, a investigação sobre o cultivo de cacau há muito que é subfinanciada, sendo alvo de muito pouca investigação e financiamento. A Mars acredita que os seus esforços de investigação podem ajudar a aumentar a produtividade dos agricultores dos quais dependemos, incentivando ainda mais o financiamento para a investigação na área do cacau.

O nosso trabalho é liderado por uma rede de quintas de investigação da Mars, que inclui:

  • Centro Mars de Ciência do Cacau na Bahia, Brasil: inaugurado em 1982, o centro é um núcleo de colaboração e ciência de classe mundial e lidera os nossos trabalhos em matéria de cultivo de cacau, sistemas agroflorestais, ambientes ricos em biodiversidade e reabilitação de terras. 
  • Hacienda La Chola em Guayaquil, Equador: como uma das principais quintas de investigação do mundo em produção de cacau e práticas de gestão agrícola, a Hacienda La Chola permite que a Mars aumente a investigação em botânica e teste as aprendizagens.
  • Mars Edge em Sulawesi, Indonésia: a Mars iniciou a sua jornada na Indonésia em 1996 com a inauguração da primeira fábrica estrangeira de processamento de cacau em Macáçar, Celebes. O negócio e a fábrica foram ampliados em 2012 e hoje em dia albergam mais de 300 Associados. A Mars também possui dois Centros de Investigação de Cacau em Celebes, que trabalham na melhoria da qualidade e da produtividade do cacau na Indonésia, com especial atenção para a criação de clones superiores, gestão integrada de pragas, gestão de solos e sistemas agrícolas diversificados.

    Desde 2013, a Mars formou 120 médicos de cacau diretamente através da nossa rede de quatro centros de desenvolvimento de cacau no sul de Celebes. Estes empreendedores fornecem aconselhamento e formação a 12 000 agricultores diretamente nas suas aldeias. A Mars também trabalha ativamente com oito escolas profissionais e estabeleceu um currículo de cacau para incentivar os jovens a envolverem-se no cultivo e nas empresas de cacau.

Uma das conquistas que nos deixa mais orgulhosos é a nossa colaboração com a IBM e com o Centro de Investigação Agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, durante a qual descodificámos a sequência dos genomas do cacau. Desde então, cientistas de todo o mundo têm usado esse trabalho para desenvolver culturas de cacau mais resilientes e de maior rendimento.

Call To Action
Mais da Mars