Lions
Eyebrow
Conservação da vida selvagem
Heading
Uma parceria para proteger: The Lion's Share Fund
Body

Como o maior grupo de saúde veterinária do mundo e fabricante de vários alimentos para animais de estimação, sabemos que os animais, grandes e pequenos, são adorados em todo o mundo.

Como certamente já terá visto nos anúncios televisivos ou na imprensa, os animais protagonizam cerca de 20% de todos os anúncios. Infelizmente, 90% dos animais mais populares que aparecem nos anúncios estão em vias de extinção ou gravemente ameaçados. Criaturas majestosas, como rinocerontes, tigres e leopardos-das-neves enfrentam as ameaças das alterações climáticas, tráfico ilegal e o desaparecimento de habitats, sendo necessários esforços sérios para contrariar esta situação. 

lions share.gif

Todos os anos, a atividade humana causa a extinção de até 10 000 espécies – cerca de 1000 vezes a taxa natural. Por isso, temos a ambição de usar a nossa criatividade para ajudar a salvar o reino animal, uma parte vital da biodiversidade do nosso planeta.

O nosso amor pelos animais motivou-nos para conceber uma solução criativa que faça uma grande diferença. Anunciámos o The Lion’s Share em junho de 2018, no Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions. Juntamente com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e a produtora FINCH, estamos a liderar o movimento para melhorar a conservação da vida selvagem. 

Quando pedimos aos anunciantes para alocarem algum do dinheiro gasto em anúncios à proteção dos animais, sete das maiores empresas do mundo e mais de 50 marcas responderam ao apelo. Estamos a unir-nos para criar uma mudança global, mas ainda há muito por fazer este ano em Cannes e mais além.

Enquanto celebramos a inovação e criatividade no festival de 2019, queremos continuar o trabalho de sensibilização sobre os animais em vias de extinção. Isto porque a dura realidade é que um quarto dos vencedores do Grand Prix do Cannes Lions entre 2008 e 2019 incluem animais em vias de extinção ou ameaçados, mas vivemos num mundo em que subsistem apenas 20 000 leões africanos em estado selvagem, tendo a população diminuído 43% em apenas duas décadas. Este ano, o nosso apelo é desafiar os vencedores que conquistem um ambicionado Lion em Cannes a dedicá-lo ao The Lion’s Share Fund. Pedimos às melhores mentes criativas que publiquem uma fotografia com o seu troféu e o hashtag #LionforLions para mostrarem o seu apoio. 

Eis quatro projetos importantes que o The Lion’s Share financiou ao longo do último ano:
•    Reserva Nacional do Niassa em Moçambique: digitalizámos toda a tecnologia de comunicação dos guardas florestais para ajudar a eliminar a caça furtiva de elefantes. 
•    Ecossistema Leuser em Sumatra: foram adquiridos 260 000 hectares de floresta tropical para proteger os últimos rinocerontes, orangotangos e tigres de Sumatra. 
•    Floresta do Pantanal na América do Sul: para proteger jaguares, estamos a trabalhar com 13 países no sentido de desenvolver uma economia sustentável que não se baseie no comércio de jaguares. 
•    Triângulo de Coral no Oceano Pacífico Ocidental: estamos a recuperar 5,7 milhões de quilómetros quadrados de recife de coral, o habitat de mais de 2000 espécies de peixes. 

Queremos que mais empresas se juntem a nós para conseguirmos garantir a conservação não só da natureza, da vida selvagem e do planeta, mas também da esperança. E precisamos de ajuda.

“A vida selvagem e os seus habitats estão em crise neste momento.Estamos a perder espécies a um ritmo sem precedentes, estimando-se que corresponda a 1000 vezes a taxa de extinção natural." – Achim Steiner, Administrador do PNUD  
 
Como funciona o The Lion’s Share?   
Quando se trata de narradores, será difícil superar Sir David Attenborough (da série “Planeta Terra” e “Planeta Azul”), por isso, vamos deixá-lo explicar:  
 

Tal como Attenborough refere, por cada anúncio com animais, o The Lion’s Share pede às empresas que enviem 0,5% do valor gasto em meios de comunicação social para um fundo dedicado a apoiar o trabalho desenvolvido pelo PNUD no âmbito da proteção dos habitats dos animais. O nosso objetivo? Angariar até 100 milhões de dólares até 2021 para ajudar a proteger animais em vias de extinção para as gerações futuras.

Para o PNUD, este esforço apoia os seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável mais abrangentes, que incluem a preservação da vida terrestre através da proteção de habitats fundamentais dos animais.

Para a Mars, este esforço também está em perfeita sintonia com o nosso plano Sustainable in a Generation.    

“O The Lion’s Share é exatamente o tipo de iniciativa ambiciosa de que precisamos para garantir que apoiamos um planeta saudável onde todos, incluindo os animais, podem prosperar. Para a Mars, representa outro passo para cumprir os compromissos assumidos no nosso plano Sustainable in a Generation.” – Andrew Clarke, Presidente da Mars Confectionery   
 
Contribuir ativamente 
Se também partilha a nossa paixão pela conservação da vida selvagem, pode contribuir e participar ativamente no The Lion’s Share de muitas formas. Divulgue a mensagem junto de amigos e familiares: partilhar as palavras de Sir Attenborough é uma excelente forma de começar.

Também nos pode ajudar a incentivar outras empresas a participarem: 0,5% de um orçamento para publicidade pode não parecer muito, mas se conseguirmos que grandes empresas se juntem a nós, iremos angariar milhões de dólares, o que nos ajudará a atingir 100 milhões de dólares por ano. 

Por fim, à medida que mais empresas e marcas aderirem ao programa, pode lembrar-se delas quando fizer compras, sabendo que está a gastar dinheiro não só a promover produtos, mas também a proteger a vida selvagem.

Mais da Mars