Man standing in trees
Eyebrow
Planeta saudável
Heading
Cuidar dos nossos solos para as gerações futuras
Subheading
Preservar os recursos naturais
Body

Ao longo dos séculos, o aumento da dimensão e da eficiência dos processos agrícolas ajudou a melhorar a produção de produtos agrícolas para alimentar uma população em crescimento, o que também impulsionou os rendimentos provenientes da agricultura. Mas, ao mesmo tempo, a agricultura tem enfrentado desafios, incluindo a degradação da qualidade dos solos, o escorrimento de fertilizantes e pesticidas e os efeitos das alterações climáticas. Estes desafios exigem medidas imediatas com o objetivo de preservar os terrenos para as gerações futuras e de preservar a biodiversidade e os recursos naturais.   

Os dados científicos mais recentes recomendam que os terrenos utilizados para cultivo a nível mundial não ultrapassem 15% do total. Atualmente, o planeta está prestes a atingir esse limite, pelo que, no âmbito do nosso plano Sustainable In A Generation , definimos o objetivo de não ultrapassar esse total nos terrenos associados à nossa cadeia de valor.  

Trabalhar com os parceiros da cadeia de abastecimento para aumentar a produção 

Estamos a trabalhar com os nossos parceiros da cadeia de abastecimento para impulsionar a produção agrícola sem aumentarmos os terrenos que utilizamos para cultivo. Para tal, temos de nos concentrar na utilização eficiente e sustentável dos solos, bem como na reabilitação dos terrenos degradados. Vemos uma oportunidade significativa. O cacau, por exemplo, é responsável por quase um terço da nossa pegada ecológica no que diz respeito à utilização de terrenos e existe potencial para triplicar a produção. O aumento da produção irá ajudar-nos a manter a área cultivável que utilizamos, mesmo com o crescimento contínuo do nosso negócio. 

Políticas de utilização dos solos 

Um dos impactos ambientais e sociais significativos da nossa atividade é a quantidade de solo necessário para produzir as matérias-primas utilizadas nos nossos produtos. Embora não controlemos as quintas e os terrenos que nos fornecem produtos, reconhecemos a importância de assegurar que essas áreas não se expandem para além de um limite seguro para os terrenos agrícolas. Este é um ponto crítico para a saúde do nosso planeta e para o bem-estar das comunidades agrícolas. Saiba mais na nossa Declaração de posição sobre a utilização dos solos

Esforços adicionais 

Para além da gestão dos terrenos, estamos a:

  • Tirar partido da ciência para melhorar os processos de produção e aumentar a produtividade das terras cultivadas existentes de uma forma sustentável. Em 2010, com os parceiros IBM e o Departamento de Agricultura dos EUA, publicámos a versão preliminar do genoma do cacau, o primeiro passo com vista a permitir aos agricultores plantar árvores mais robustas, mais produtivas e mais resistentes a secas e doenças.  
  • Concentrar-nos na sustentabilidade do cacau. Para tal, aderimos à Cocoa & Forests Initiative e colaboramos com outras empresas para combater a perda florestal associada à produção de cacau. Em novembro de 2017, subscrevemos a promessa da Cacau & Forests Initiative para acabar com o desflorestação e restaurar as florestas, a começar pela Costa do Marfim e pelo Gana, que são principais produtores de cacau a nível mundial. Saiba mais na nossa Abordagem ao cacau e às florestas
  • Avaliar os nossos impactos trabalhando com os fornecedores e outros parceiros para examinar o impacto da utilização dos solos nas nossas cadeias de abastecimento nas pessoas e no planeta e para identificar formas de podermos trabalhar em conjunto para melhorar esses resultados.  

Em última análise, ao gerir melhor os terrenos e ao aumentar a produção de forma sustentável, podemos proteger melhor o nosso ambiente. Saiba mais na nossa Declaração de posição sobre o combate às alterações climáticas